Nasce como forma de me satisfazer. O gosto pela moda e pelos fatos de homem, fizeram me perceber que estas peças de roupa eram mais exploradas para o público masculino deixando em mim um desejo enorme de poder ter algumas peças que via.

Comecei por fazer umas experiências com a minha modista e o resultado e feedback de quem as via, foi bastante positivo, e aí surgiu a ideia de eu própria criar uma marca de fatos.

Se eu tenho esta necessidade, deve haver mais gente como eu, não!?! Esta foi a pergunta que me fiz e esta foi a pergunta que me fez avançar.

No dia 1 de Janeiro de 2017, lancei a primeira linha de fatos Maria Calheiros, com o desenvolvimento da marca e sendo ela trabalhada de forma personalizada foi evoluindo para modelos únicos, sendo agora uma marca, que apenas produz sob encomenda, fatos personalizados que têm como objetivo a valorização da mulher, preocupando-se com detalhe a cada pormenor.

Nem tudo o que esta à vista é o mais bonito/ importante. Este é o pensamento que tenho quando estou a criar um fato, o interior, tem tanto valor como o exterior. Um é parte integrante do outro.

Exemplo.jpg

Pretendo com os fatos personalizados ser uma marca que deixa espaço para os clientes. Na fase de seleção dos tecidos, cada um tem um papel de destaque: eu escolho as possibilidades de tecidos a apresentar, consoante o que o cliente procura e o cliente escolhe o que mais vai de encontro ao seu agrado, a Maria Calheiros quer ocupar um espaço, mas não impor espaço.

Foi sempre um sonho ter a minha marca, um ‘sítio’ em que me é permitido sonhar, evoluir e não mais parar.

As minhas criações para mim, são como peças de arte, desenvolvidas por intuição e inspiração, não são criações standard, não cumprem padrões de desenvolvimento e de planeamento, são o que sinto, são o que vejo e acima de tudo são o que desejo, dando assim vida a cada uma delas.

Acredito que a exclusividade dos produtos é sinónimo de um público também exclusivo.

Aposto em peças intemporais, que não caem em desuso, versáteis a diferentes situações de forma a tornar as escolhas mais conscientes.

Sabias que:

A Maria Calheiros só trabalha com excedentes de tecidos? Nos dias em que nos encontramos é cada vez mais importante termos consciência dos impactos ambientais que as marcas podem ter no mundo, e se possível, contribuirmos para que não gastemos mais recursos desnecessariamente.

Os fatos Maria Calheiros são 100% made in Portugal? Não há melhor mão de obra que a nossa, é um orgulho ser portuguesa e trabalhar com pessoas dedicadas e com amor à arte da alfaiataria.